Abr 1

JokerApós mensagens de uma amiga que pretendia “terminar a amizade” e de outra que estava “grávida” (do Espírito Santo, pelos vistos), dei por mim a pesquisar a origem do Dia das Mentiras

Há muitas explicações para o 1 de abril ter se transformado no Dia das Mentiras. Uma delas diz que a brincadeira surgiu na França. Desde o começo do século XVI, o Ano Novo era festejado no dia 25 de Março, data que marcava a chegada da primavera. As festas duravam uma semana e terminavam no dia 1 de abril.

Em 1564, depois da adopção do calendário gregoriano, o rei Carlos IX de França determinou que o ano novo seria comemorado no dia 1 de Janeiro. Alguns franceses resistiram à mudança e continuaram a seguir o calendário antigo, pelo qual o ano iniciaria em 1 de Abril. Gozadores passaram então a ridicularizá-los, a enviar presentes esquisitos e convites para festas que não existiam. Essas brincadeiras ficaram conhecidas como plaisanteries.

Em países de língua inglesa o Dia da Mentiras costuma ser conhecido como April Fool’s Day (Dia dos Tolos), na Itália e na França ele é chamado respectivamente pesce d’aprile e poisson d’avril, o que significa literalmente “peixe de abril”.

No Brasil, o 1 de Abril começou a ser difundido em Pernambuco, onde circulou “A Mentira”, um periódico de vida efêmera, lançado a 1 de Abril de 1848, com a notícia do falecimento de Dom Pedro, desmentida no dia seguinte. “A Mentira” saiu pela última vez a 14 de Setembro de 1849, convocando todos os credores para um acerto de contas no dia 1 de abril do ano seguinte, dando como referência um local inexistente.

Fonte (adaptada): http://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_da_mentira

Responder

Tem que estar registado para poder deixar um comentário

©2009 — 2020 Shaka Zulu
http://ecosperdidos.digideia.com
2020-05-25 07:53